Topo com as obras de arte de Francisco Panachão
           Área do Cliente:   Email Senha Ver Cesta de compras Minhas compras : R$ 0,00  
 
  Poesias >> Vãos das Mãos

Vãos das Mãos
O tempo desliza nos vãos...,
Das tuas e das minhas mãos ...
Mas tão suave..., tão delicado....,
Que não marca , nem é pesado...

Porque não há razões prá perceber,
O que não se sente..., nem dá prá ver....,
Não há rugas, fugas ..., marcas do passado....
Só há sol...,ar..., luzes ao teu lado...

O tempo desliza nos vãos...,
Das tuas e das minhas mãos ...,
Mas não se perde no chão....,
Nem se escoa no ar...,
Porque há tanto prá dizer,
Que talvez,nem dê prá se falar...

Talvez seja só a vontade,
De parar um instante o tempo,
Prá nos dar tempo de se dar...

E viver..., mas viver para amar...,
Todos os momentos ,que eu puder te dar
De paz , de vida, desejo e paixão...
Porque o tempo...., desliza nos vãos ....,
Das tuas e das minhas mãos...,

Desliza sobre nós ...,meu amor
Mas a qualquer tempo, querida....,
Te quero voce...,toda a vida....,
Seja lá como for.....


Francisco Panachão 13/04/99