Topo com as obras de arte de Francisco Panachão
           Área do Cliente:   Email Senha Ver Cesta de compras Minhas compras : R$ 0,00  
 
  Poesias >> Navegando

Navegando
Se em alguma tarde ....,
Por descuido ou por necessidade...,
Te vier discreta minha saudade ...,
E teus olhos se flutuarem ,
Como flutuam os meus,
Em lágrimas cheias...,
Relembre de nossos anseios...,
De meu peito em teus seios...,
E da calma dos olhares,
Na intimidade de nós...

E aí quando sentires,
Que ainda permanece
O sabor deste amante...,
Nesses lábios ,que por amor,
Outrora se envergaram....,
Podes sorrir novamente...,
Que nesta tarde inútilmente,
Por descuido ou por necessidade...,
Ainda navegam os olhos meus,
No largo distante deste oceano...,
À procura dos braços teus....,
Mesmo sabendo quão me engano...



Francisco Panachão 03/08/1977