Topo com as obras de arte de Francisco Panachão
           Área do Cliente:   Email Senha Ver Cesta de compras Minhas compras : R$ 0,00  
 
  Poesias >> Ao Redor do Fogo

AO REDOR DO FOGO

O prazer que se sente ,
De se estar contente....,
É na verdade,
Realidade decadente...,
Como uma fraca e doente
Chama de amor.....,

Sim...,fogo fraco...,
Que num contato,
Por mais que rápido....,
Nem pode arder....

E o que há de pior,
Prá um gelado contente,
Do que saber de repente...,
Que nem há fogo ao redor....?


Francisco Panachão 24/08/81